gajo do mmapa

Exposições

O Parque em Macro II // Parque Tejo
Numa visita ao Parque de Serralves, somos naturalmente confrontados com a mestria e a beleza do seu desenho, o seu valor histórico, a sua diversidade de cores, aromas, formas e texturas, a sua fauna e a sua flora. No entanto, há muito mais para admirar para além do que naturalmente se consegue observar a olho nu, e que a exposição “O Parque em Macro II”, e esta publicação a ela associada, permitem, novamente, descobrir. A macrofotografia, que tem o propósito de captar detalhes de pequenos objetos ou de pequenos seres vivos, muitas vezes invisíveis à vista desarmada, é a técnica utilizada para esta mostra de imagens em grande formato. A fauna e a flora do Parque são evidenciadas num universo imenso e pouco explorado, causando a admiração e o deslumbre por este outro mundo escondido, misterioso e fascinante que também nos rodeia. O Parque de Serralves, classificado como Monumento Nacional desde 2012, e, recentemente reconhecido na publicação The Gardener’s Garden, da editora Phaidon, como um dos 250 jardins mais notáveis do mundo, oferece com estas fotografias um motivo adicional para uma fruição prolongada dos seus espaços singulares. É um pouco deste espaço que se pode visualizar no ParqueTejo.

Olhares sobre Abrantes // Centro Histórico (Rua 17 de Agosto de 1808 e Rua Tenente Valadim)

Mostra de fotografia de um coletivo de fotógrafos amadores que nos proporcionam um olhar atento e sensível sobre a cidade e o rio.
https://www.facebook.com/OlharessobreAbrantes/


Pedro Valdez Cardoso - Sob o Signo de Saturno // Quartel da Arte Contemporânea de Abrantes - Coleção Figueiredo Ribeiro
Tomando de empréstimo o título da obra Under the sign of Saturn, publicado em 1980 por Susan Sontag, a exposição pretende construir-se a partir do conjunto de relações dialógicas propostas pelas próprias obras e destas com o espaço expositivo. Trabalhando em torno da ideia de melancolia (entendida à luz da pós-modernidade), presente ou evocada em grande parte dos trabalhos do artista, contaremos com a apresentação de obras, cuja origem e datação poderá ser naturalmente distinta, mas nas quais encontramos essa condição saturnina, desencantada, proto-trágica de que fala Susan Sontag.

Representação da Figura Humana ao longo da História // Museu Municipal D. Lopo de Almeida


Datas
2019-06-12 00:00 - 2019-06-17 00:00
Local
Abrantes
Abrantes, Portugal
 

Todas as datas

  • De 2019-06-12 00:00 a 2019-06-17 00:00
 

Powered by iCagenda

Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.